Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Número de ambulâncias na noite de S. João não permite garantias de segurança, alerta STEPH

Apenas um veículo de emergência médica vai estar operacional no Porto.
Paulo Jorge Duarte 23 de Junho de 2022 às 17:48
Este ano, o INEM encaminhou 2322 doentes através da Via Verde do AVC
Este ano, o INEM encaminhou 2322 doentes através da Via Verde do AVC FOTO: Ricardo Ponte
Apenas uma ambulância de emergência médica (INEM) vai estar operacional na cidade do Porto, durante os festejos do S. João, numa noite em que são esperadas centenas de milhares de pessoas nas ruas. Acrescentando as áreas de Gaia, Maia e Gondomar, serão três as ambulâncias disponíveis.

A denúncia é feita pelo Sindicato dos Técnicos de Emergência pré-hospitalar (STEPH): "O socorro à população pode estar comprometido.

Numa noite em que vão estar milhares de pessoas na rua, o dispositivo é inferior ao de uma noite normal", realçou Rui Lázaro, presidente do STEPH. "Apenas estará uma ambulância operacional e quatro estarão inoperacionais. Mesmo não havendo festividades já seria grave ter uma ambulância operacional, neste contexto, de festividades de S. João, o socorro está claramente comprometido", acrescentou o responsável.

Segundo o STEPH, nas edições anteriores, o INEM montou um dispositivo especial com incremento de meios no sistema. " Inexplicavelmente, este ano não há dispositivo especial", sentenciou Rui Lázaro.
STEPH S. João Maia INEM Gaia Porto Gondomar Rui Lázaro acidentes e desastres incêndios
Ver comentários
}