Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

'O Lar do Comércio' diz que município de Matosinhos falhou

Exército deverá proceder à desinfetação e higienização do edifício principal este sábado.
Manuel Jorge Bento 15 de Maio de 2020 às 21:46
Idosos xxx
Idosos
Idosos
Idosos xxx
Idosos
Idosos
Idosos xxx
Idosos
Idosos

A direção de 'O Lar do Comércio', onde foram registadas 22 mortes por Covid-19, afirma que pediu um reforço de 33 pessoas à Comissão Municipal de Proteção Civil de Matosinhos, mas garante que o pedido "nem sequer foi respondido e serviu de pretexto para uma autoproclamada 'intervenção' no lar".

Em comunicado, a instituição sediada em Leça do Balio assegura que "não houve qualquer negligência n'O Lar do Comércio; houve crise". Acrescenta ainda que "foram ditas e escritas muitas mentiras" e conclui referindo: "Haverá tempo para fazer contas. Para prestar contas. E até para acertar contas. Mas esse tempo não é agora".

O Ministério Público instaurou um inquérito à atuação d'O Lar do Comércio no combate à pandemia, após a presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, ter participado à Justiça as situações que chegaram ao seu conhecimento.

A transferência dos utentes, já prevista, foi hoje concluída. O Exército deverá proceder à desinfetação e higienização do edifício principal este sábado.

Ver comentários