Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Ocupação global de camas em cuidados intensivos nos hospitais está em 67%

569 camas representam um acréscimo de resposta face à lotação oficial normal dos hospitais.
Lusa 16 de Outubro de 2020 às 16:15
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Reuters
A taxa de ocupação das camas em unidades de cuidados intensivos está em 67%, apesar do agravamento da evolução da pandemia de Covid-19, revelou esta sexta-feira o secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes.

"Do universo específico de camas em cuidados intensivos, das atuais 569 camas ativas de categoria polivalente adulto, a taxa de ocupação até ontem [quinta-feira] é de 67% e em nenhuma região do país é superior a 70%. Estas 569 camas representam já um acréscimo de resposta face à lotação oficial normal dos hospitais, sem questões pandémicas, que é de 511 camas", esclareceu o governante na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia.

A capacidade atual do Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi realçada face ao que existia em março, com Diogo Serras Lopes a assegurar que estes números podem ser expandidos quase para o dobro, embora isso possa implicar uma suspensão de atividade assistencial não urgente. 

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Diogo Serras Lopes saúde serviço nacional de saúde
Ver comentários