Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

"Ontem estive muito mal": Ljubomir de volta à greve de fome garante que restaurantes estão "quase todos em falência"

Cozinheiro, que teve de ser assistido e transportado pelo INEM ao hospital, regressou esta quarta-feira à noite.
Correio da Manhã 3 de Dezembro de 2020 às 09:28
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic FOTO: CMTV

O chef Ljubomir Stanisic afirmou esta quinta-feira que se encontra bem depois de ter tido uma indisposição durante greve de fome que decorre à frente da Assembleia da República há já vários dias.

O cozinheiro, que teve de ser assistido e transportado pelo INEM ao hospital esta quarta-feira, regressou ainda durante a noite ao protesto. Já esta manhã, admitiu ao CM que esteve "muito mal" e que assinou um termo de responsabilidade para sair do hospital e regressar à greve, mas destacou o cuidado com que foi recebido pelos profissionais de saúde. Ljubomir confessou que a ação não se trata de uma brincadeira. "Já estamos a afetar o nosso corpo", sublinhou, relembrando que os restaurantes estão "quase todos em falência".

Nove empresários do Movimento a Pão e Água avançam esta quinta-feira para o sétimo dia de greve de fome em frente ao Parlamento. 

O movimento ameaça manter o protesto até que o primeiro-ministro ou o ministro da Economia os recebam. António Costa reiterou que só se reúne com "associações representativas, porque se cada pessoa que está a sofrer resolver fazer um protesto e dizer que quer falar com o primeiro-ministro ou com o Presidente da República, isso não é possível".

Ver comentários