Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Ordem dos Médicos sem competências para fiscalizar hospitais

Bastonário acusou a administração hospitalar de ter impedido visita técnica aos blocos cirúrgicos do Hospital de Dona Estefânia.

17 de Dezembro de 2013 às 14:02
Ministro Paulo Macedo em visita ao Hospital de Dona Estefânia
Ministro Paulo Macedo em visita ao Hospital de Dona Estefânia FOTO: MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, declarou esta terça-feira que a Ordem dos Médicos não tem competências para fiscalizar hospitais.

Paulo Macedo reagia à proibição pelo conselho de administração do Hospital de Dona Estefânia, em Lisboa, à visita técnica pedida pela Ordem dos Médicos. A vistoria deveria ter ocorrido no dia 14 de novembro.

“Quem tem competências para fiscalizar as unidades de saúde são a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde, a Entidade Reguladora da Saúde e a Direção Geral da Saúde”, afirmou Paulo Macedo, acrescentando que a Ordem dos Médicos representa interesses de uma classe.

O bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, acusou a administração hospitalar de ter impedido uma visita técnica aos blocos cirúrgicos do Hospital de Dona Estefânia, que tinha sido pedida por médicos da Maternidade Alfredo da Costa.

A fiscalização destinava-se a apurar as condições de segurança e qualidade dos blocos que iriam receber a atividade da Maternidade Alfredo da Costa quando fechasse portas.

 O encerramento da Maternidade Alfredo da Costa foi decidido pelo Ministério da Saúde, mas uma providência cautelar impediu o fecho. A tutela apresentou um recurso à providência e aguarda resposta judicial.

Saúde hospital Dona Estefânia maternidade Paulo Macedo blocos cirúrgicos
Ver comentários