Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Outono volta hoje à noite com calor

Nova estação chega com céu pouco nublado ou limpo.
22 de Setembro de 2013 às 09:10
Temperaturas hoje serão próximas das médias mais altas registadas nos últimos anos
Temperaturas hoje serão próximas das médias mais altas registadas nos últimos anos

O outono, estação associada à queda das folhas e a castanhas assadas, regressa este domingo às 21h44, num dia com temperaturas próximas das médias mais altas registadas nos últimos anos, nesta época, mas sem atingir o pico de 2004.

As previsões do Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) para hoje apontam para céu pouco nublado ou limpo, com períodos de maior nebulosidade no interior, durante a tarde, e vento fraco, mas a soprar moderado nalguns períodos no Algarve e nas terras altas do norte e centro.

As temperaturas devem situar-se entre os 34 graus Celsius em Beja, Évora, Braga e Coimbra, e os 27 graus em Sagres (Algarve), ou seja, "será uma entrada quente no outono, aproximando-se da situação de 2004", disse à agência Lusa a especialista do IPMA Fátima Espírito Santo.

A climatologista explicou que setembro e outubro são meses de transição e "registam grande variabilidade no clima", podendo ser mais quentes ou mais frios, com máximas de 40 graus Celsius ou com pouco mais de 20, mais chuvosos ou mais secos, "o que pode resultar numa grande gama de temperaturas".

A partir de uma análise para os dias 22 e 23 de setembro dos últimos 13 anos, já que o equinócio de outono pode ocorrer num ou noutro dia, Fátima Espírito Santo encontrou as temperaturas médias nacionais mais baixas em 2001 e 2002 e a mais alta em 2004, com 33 graus.

Quanto aos meses de outubro, o mais quente foi em 2011, e nos últimos anos estes dias "têm sido chuvosos", acrescentou.

VINTE E SETE CONCELHOS EM RISCO MÁXIMO DE INCÊNDIO

Vinte e sete concelhos de 11 distritos de Portugal continental apresentam, este domingo, risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O distrito de Viana do Castelo tem dois concelhos com risco máximo de incêndio e os restantes estão em risco muito elevado.

Braga tem dois concelhos com risco máximo de incêndio e sete em risco muito elevado, enquanto o Porto tem dois e quatro, respetivamente.

Em Aveiro estão dois concelhos em risco máximo de incêndio e três em risco muito elevado.

Já o distrito de Viseu tem sete concelhos em risco máximo e quatro em risco muito elevado, adianta a informação do IPMA publicada no site do instituto.

O distrito da Guarda tem três concelhos em risco máximo e seis em risco muito elevado e Coimbra tem dois concelhos com o risco máximo e nove em risco muito elevado. 

Em risco máximo de incêndio estão ainda três concelhos de Castelo Branco, um concelho em Santarém e um concelho em Faro.

CLIQUE NA IMAGEM E VEJA O VÍDEO DA CMTV

meteorologia outono noite calor estação do ano céu
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)