Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

‘Padre em cuecas’ é presbítero da Igreja Vetero Católica

Padre Júlio Santos assumiu cargo noutro culto.
José Durão 16 de Agosto de 2019 às 08:31
Júlio Santos celebrou missa da Igreja Vetero Católica no auditório de Castanheira de Pera
Júlio Santos, o ‘Padre em Cuecas’
Padre Júlio Santos deixou-se fotografar em cuecas e meias
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Júlio Santos celebrou missa da Igreja Vetero Católica no auditório de Castanheira de Pera
Júlio Santos, o ‘Padre em Cuecas’
Padre Júlio Santos deixou-se fotografar em cuecas e meias
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Júlio Santos celebrou missa da Igreja Vetero Católica no auditório de Castanheira de Pera
Júlio Santos, o ‘Padre em Cuecas’
Padre Júlio Santos deixou-se fotografar em cuecas e meias
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
Padre Júlio Santos
O padre Júlio Santos foi esta quinta-feira confirmado como presbítero da Igreja Vetero Católica, durante uma eucaristia que decorreu no Auditório Municipal de Castanheira de Pera, durante a tarde, perante uma plateia composta.

O antigo padre da paróquia de Pedrógão Grande foi suspenso na sequência da polémica gerada pela fotografia sua, em cuecas, que publicou nas redes sociais. Afastado pela Diocese de Coimbra, o padre procurou um novo destino. "Acho que [esta] é a igreja onde posso desenvolver melhor o meu ministério", afirmou. "Não quero criar cisões, queria simplesmente vir para uma igreja onde possa continuar a minha missão", declarou.

Júlio Santos assistiu António Raposo, arcebispo primaz da Igreja Vetero Católica, nas celebrações religiosas de quinta-feira. No futuro, será Júlio Santos a presidir às eucaristias.

"O que aconteceu não foi agradável, mas foi um descuido", disse o arcebispo. "Não estou a aprovar o que aconteceu, mas acho que não se deveria excluir ninguém. Todos somos humanos, todos nós temos fragilidades", acrescentou António Raposo.

PORMENORES
Vigário-geral em outubro
O arcebispo primaz António Raposo confirmou esta quinta-feira que, a 5 de outubro, quando a Igreja Vetero Católica assinala o seu aniversário, o padre Júlio Santos será nomeado vigário-geral para Portugal.

"Celibato livre"
O arcebispo António Raposo aproveitou esta quinta-feira para tecer críticas à Igreja Romana sobre a forma como encara o celibato. "Concordo com o celibato como opção livre, assumida com dignidade. Todos nós somos responsáveis pelas nossas vidas, e não pelas dos outros", afirmou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)