Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Padres de quarentena não recebem salário

Mais de trinta padres e um bispo tiveram de fazer quarentena. Seis foram infetados.
Secundino Cunha e Rogério Chambel 2 de Agosto de 2020 às 10:03
D. Manuel Linda, bispo do Porto, contactou com uma pessoa infetada com Covid-19 e teve de fazer quarentena
Albino Reis foi o primeiro padre infetado com Covid-19. Esteve em isolamento 31 dias, em Canelas.
Manuel Fernando , da paróquia de Alfena, Valongo, esteve 33 dias em isolamento, sem sintomas.
António Pereira, de 76 anos, acusou positivo depois de regressar de uma viagem a Israel.
Manuel Brito , de Paços de Ferreira, suspeitou que teve Covid mas a contra-análise foi negativa.
Vasco Figueirinha , de Faro, lutou contra a doença durante sete semanas e esteve em coma.
Carlos Duarte , 91 anos, de Vila do Conde, esteve ventilado nos Cuidados Intensivos.
D. Manuel Linda, bispo do Porto, contactou com uma pessoa infetada com Covid-19 e teve de fazer quarentena
Albino Reis foi o primeiro padre infetado com Covid-19. Esteve em isolamento 31 dias, em Canelas.
Manuel Fernando , da paróquia de Alfena, Valongo, esteve 33 dias em isolamento, sem sintomas.
António Pereira, de 76 anos, acusou positivo depois de regressar de uma viagem a Israel.
Manuel Brito , de Paços de Ferreira, suspeitou que teve Covid mas a contra-análise foi negativa.
Vasco Figueirinha , de Faro, lutou contra a doença durante sete semanas e esteve em coma.
Carlos Duarte , 91 anos, de Vila do Conde, esteve ventilado nos Cuidados Intensivos.
D. Manuel Linda, bispo do Porto, contactou com uma pessoa infetada com Covid-19 e teve de fazer quarentena
Albino Reis foi o primeiro padre infetado com Covid-19. Esteve em isolamento 31 dias, em Canelas.
Manuel Fernando , da paróquia de Alfena, Valongo, esteve 33 dias em isolamento, sem sintomas.
António Pereira, de 76 anos, acusou positivo depois de regressar de uma viagem a Israel.
Manuel Brito , de Paços de Ferreira, suspeitou que teve Covid mas a contra-análise foi negativa.
Vasco Figueirinha , de Faro, lutou contra a doença durante sete semanas e esteve em coma.
Carlos Duarte , 91 anos, de Vila do Conde, esteve ventilado nos Cuidados Intensivos.
Mais de trinta padres e pelo menos um bispo (D. Manuel Linda, bispo do Porto), que desde o início da pandemia tiveram de cumprir os 14 dias de quarentena obrigatória, por terem contactado com alguém infetado com Covid-19, não receberam um cêntimo ao longo desse período.

É que, apesar de fazerem descontos para o IRS e para a Segurança Social (23,8%), os párocos e os bispos, segundo o que ficou estipulado na revisão de 2004 da Concordata (acordo entre Portugal e a Santa Sé), não têm direito ao subsídio de baixa médica. O desconto, de um ordenado entre os 850 e os mil euros, serve apenas para efeitos de reforma. Fora desta realidade estão os padres que desempenham outras funções.

O padre António Magalhães de Sousa, pároco no arciprestado de Amares (arquidiocese de Braga), esteve 14 dias fechado em casa por ter contactado com um paroquiano infetado. Fez o teste, deu negativo, mas teve de cumprir a quarentena.

Não se queixa do facto de não ter tido direito a ordenado nesse período porque, afirma, “o padre tem sempre forma de resolver os problemas e não tem família para sustentar”, mas diz não perceber a rigidez do confinamento, “ao ponto de não poder fazer uma caminhada sozinho pelo monte”.

“O que considero injusto, e tenho paroquianos nas duas situações, é que quem fica em quarentena recebe cem por cento do ordenado e quem é infetado recebe menos de 70 por cento, porque tem de meter baixa”, explica o sacerdote.

A Igreja Católica tem enfrentado com sucesso a pandemia, cumprindo com rigor as regras da DGS. “As pessoas têm sido cumpridoras. Vêm à igreja de máscara e, tirando algumas situações no início, até na comunhão mantêm a distância”, disse ao CM o padre Paulo Terroso, reitor dos Congregados.

Santuário reforça medidas preventivas
Esperando um número elevado de peregrinos na Peregrinação Aniversária de agosto, a Reitoria do Santuário de Fátima vai reforçar as medidas preventivas, relativas à Covid-19. Evitar aglomerados em algumas zonas, nomeadamente junto à Capelinha das Aparições, é uma das preocupações. n

D. José Traquina preside em Fátima
D. José Traquina, bispo de Santarém e presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e da Mobilidade Humana, vai presidir às celebrações do 12 e 13 de agosto no Santuário de Fátima. Esta peregrinação, marcada pela diáspora, vai receber sete grupos estrangeiros organizados.

saiba mais
2851
É o número de padres ao serviço das dioceses portuguesas. Destes, cerca de 2000 desempenham as funções de pároco.

Metade dos fiéis na missa
Por causa da Covid-19, as missas perderam cerca de metade dos fiéis. Assim, hoje irão à missa pouco mais de um milhão de portugueses.

Comunhão apenas na mão
A norma canónica indicava preferencialmente comunhão na boca, mas a Covid obrigou a alterar radicalmente a regra.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)