Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Pais encantados com choro de Rodrigo, o 'bebé sem rosto'

Bebé tem ‘animado’ as noites de Marlene e David, em casa, com choro constante.
Francisca Genésio 12 de Novembro de 2019 às 01:30
Marlene e David continuam a acreditar num milagre com o filho Rodrigo
'Bebé sem rosto' já está em casa com os pais
Detetados indícios de irregularidades na atuação da clínica que seguiu 'bebé sem rosto'
Marlene e David continuam a acreditar num milagre com o filho Rodrigo
'Bebé sem rosto' já está em casa com os pais
Detetados indícios de irregularidades na atuação da clínica que seguiu 'bebé sem rosto'
Marlene e David continuam a acreditar num milagre com o filho Rodrigo
'Bebé sem rosto' já está em casa com os pais
Detetados indícios de irregularidades na atuação da clínica que seguiu 'bebé sem rosto'
Quando nasceu, a 7 de outubro, Rodrigo "mal chorava", mas ultimamente tem "animado" as noites dos pais, já em casa, ao chorar de duas em duas horas, o período em que normalmente mama.

"Tal como outro bebé, o Rodrigo tem fome e a forma que tem de o demonstrar é a chorar", conta Tânia Contente, madrinha do bebé.

O menino, que nasceu sem nariz, sem olhos e sem parte do crânio, teve alta médica e está em casa com os pais, Marlene e David, desde sexta-feira. Rodrigo é monitorizado em casa, dia sim, dia não, por uma equipa de cuidados paliativos pediátricos do Hospital de São Bernardo, em Setúbal.

Apesar de estar a ser acompanhado, o recém-nascido está a ser tratado como outro "bebé qualquer", explica Tânia Contente. Quer isto dizer que dispensa cuidados especiais no que diz respeito, por exemplo, à alimentação ou até para dormir. Apesar de ter parte do cérebro exposto, por não ter crânio, o menino não é obrigado a dormir numa posição específica.

"À semelhança de qualquer outro recém-nascido, a cama do Rodrigo está ligeiramente levantada na parte da cabeça, tendo uma almofada por baixo, nessa mesma zona", conta ao CM a madrinha do bebé.

PORMENORES
Continua estável
O estado de saúde de Rodrigo tem-se mantido estável, embora reservado. Consegue respirar sozinho, mamar e beber do biberão, mas a ressonância confirmou lesões no cérebro e revelou surdez e malformações no céu da boca.

Artur Carvalho foi o obstetra que realizou todas as ecografias e não detetou malformações. Enfrenta sete processos.

Controlo de visitas
Apesar de ter tido alta e se encontrar em ambiente familiar, os pais de Rodrigo, Marlene e David, têm indicação hospitalar para que controlem, ao máximo, as visitas, já que o bebé está mais suscetível a apanhar qualquer tipo de infeção. A família continua a acreditar num milagre.
Rodrigo Marlene Tânia Contente David questões sociais saúde crime lei e justiça inquérito
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)