Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

País saiu à rua para celebrar o Entrudo

Ovar, Torres Vedras, Sesimbra e Loulé foram alguns dos sítios onde mais se viveu o domingo de Carnaval.
Edgar Nascimento, Francisco Gomes, Mário Freire, Ágata Rodrigues e Cláudia Machado 27 de Fevereiro de 2017 às 01:30
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Samba, matrafonas, saloias, caretos... de norte a sul do País celebrou-se o Carnaval
Nem o frio esmoreceu os foliões que quiseram participar na festa de Carnaval que ontem saiu à rua em todo o País. Muita cor e música, com os ritmos do samba a dominarem, aliados à beleza dos corpos e das vestes e à originalidade dos carros alegóricos e das máscaras, marcaram o Domingo Gordo. A ausência de chuva em quase todos os corsos carnavalescos permitiu enchentes, como aconteceu em Ovar, Torres Vedras, Sesimbra e Loulé, por exemplo.
A tradição manteve-se em Torres Vedras, onde as matrafonas imperaram, animando os visitantes que acorreram à cidade. Ao final da tarde, ainda havia milhares de pessoas a desfilar pelas ruas da cidade.

Em Ovar, foram os ritmos quentes das quatro escolas de samba, dos 14 grupos carnavalescos e dos seis grupos de passerelle que aqueceram a tarde de quem assistiu ao desfile. Nem a chuva que apareceu a meio da tarde arrefeceu os ânimos dos foliões vareiros.

Em Sesimbra, o desfile das escolas de samba e grupos de axê encheram de cor a marginal. Hoje, a vila é animada com o cortejo de milhares de palhaços às 15h00. Mais a sul, Loulé foi o epicentro dos festejos, com os carros alegóricos e os passistas (dançarinos de samba) a motivarem espanto não só dos algarvios como de muitos turistas estrangeiros e nacionais, que aproveitaram a tolerância de ponto para umas miniférias.

Amanhã, repetem-se os desfiles de Carnaval – alguns podem ser acompanhados de chuva, de acordo com as previsões do Instituto do Mar e da Atmosfera –, mas, para aqueles que não querem esperar, hoje à noite também há festas: em Sines, Elvas e Torres Vedras saem à rua a partir das 21h00, enquanto em Buarcos, na Figueira da Foz, o desfile tem início marcado para as 22h00.

Matrafonas e sambistas atraem milhares
Matrafonas, palhaços, saloias e sambistas não faltaram ontem aos principais desfiles de Carnaval. Enquanto centenas de figurantes fizeram o teste para os corsos de amanhã, milhares de pessoas aproveitaram o dia cinzento, mas sem chuva, para os ver passar ao ritmo da folia.

Torres Vedras não ficou aquém de anos anteriores e uma verdadeira multidão encheu o centro da cidade, num feito que promete repetir-se já amanhã, terça-feira de Carnaval. A motivação era partilhada pelos figurantes - as estrelas do dia - de Norte a Sul. "Penso que me vou divertir mais hoje [ontem] porque é a primeira vez que desfilo, mas já estou com motivação para terça-feira", disse ao Correio da Manhã Vanda Antunes, de 46 anos, que desfilou em Loures, onde o tema ‘Ai, ai, Portugal’ juntou calceteiros, galos de Barcelos e lavadeiras. Em Ovar, Loulé e Sesimbra os sons brasileiros ditavam o passo, com pouca roupa e nenhum frio. Com a Função Pública a gozar tolerância de ponto, esperam- -se novas enchentes nos corsos de amanhã.
Ver comentários