Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Papa condena corrupção em vídeo nas redes sociais

Para o sumo pontífice, a corrupção é "um processo de morte que nutre a cultura da morte".
1 de Fevereiro de 2018 às 19:54
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
O papa Francisco condenou esta quinta-feira firmemente a corrupção, por ser um processo que "nutre a cultura da morte" e causa escravatura e desemprego, num vídeo publicado nas redes sociais.

"O que está na génese da escravatura, do desemprego, do abandono dos bens comuns e da natureza? A corrupção, um processo de morte que nutre a cultura da morte", disse Francisco na iniciativa "O vídeo do papa", através da qual aborda mensalmente o que considera serem os principais desafios da atualidade.

Este mês Francisco dedicou a gravação ao tema da corrupção, um mal que já condenou em diversas ocasiões do seu pontificado.

O papa diz que "o desejo de poder e de ter não conhece limites" e assegura que "a corrupção não se combate com o silêncio".

"Devemos falar dela, denunciar os seus males, compreendê-la para poder mostrar a vontade de fazer valer a misericórdia sobre a mesquinhez, a beleza sobre o nada", assinala.

E pede aos que têm "um poder material, político ou espiritual" que "não se deixem dominar pela corrupção".

"O vídeo do papa" é uma iniciativa da chamada Rede Mundial de Oração e foi impulsionado pelo próprio Francisco, coincidindo com a celebração do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, de dezembro de 2015 a novembro de 2016.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)