Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

25 de março ao meio-dia. Papa convoca fiéis de todo o mundo para rezar um Pai Nosso

Gesto tem como objetivo universalizar a oração para lutar contra a pandemia do novo coronavírus.
Lusa 23 de Março de 2020 às 08:31
Papa Francisco
Papa Francisco FOTO: Reuters
O Papa Francisco convocou todos os fiéis do mundo para rezarem um Pai Nosso em 25 de março ao meio-dia, um gesto para universalizar a oração para lutar contra a pandemia do novo coronavírus.

"Nestes dias" em que "a humanidade treme com a ameaça da pandemia, gostaria de propor a todos os cristãos que unissem as suas vozes", disse Francisco, depois da oração do Angelus.

Anunciou ainda que dois dias depois, em 27 de março, presidirá às 18h00 locais (17h00 em Lisboa) a um momento de oração na Praça de São Pedro, no Vaticano.

"A partir de agora, convido todos a participar espiritualmente através dos meios de comunicação. Escutaremos a Palavra de Deus, elevaremos a nossa súplica, adoraremos o Santíssimo Sacramento, com o qual no final darei a bênção Urbi e Orbi, à qual estará ligada a possibilidade de receber a indulgência completa", assinalou.

O Papa disse que o objetivo é "responder à pandemia do vírus com a pandemia de oração, compaixão, ternura" e apelou a que as pessoas se mantenham unidas.

Francisco fez este domingo a homilia e rezou o Angelus na Sala da Biblioteca vaticana, o que foi transmitido em direto, e depois assomou-se à janela do Palácio Apostólico para saudar uma Praça de São Pedro totalmente vazia, dado que o Vaticano proibiu a entrada aos fiéis até 03 de abril como medida de prevenção para evitar contágios.

A Itália é atualmente o país do mundo com maior número de vítimas mortais da covid-19, com 4.825 mortos, e regista 53.578 infetados.

A pandemia da Covid-19 já provocou 12.895 mortos e 300.097 pessoas estão infetadas em 169 países e territórios.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)