Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Papa Francisco combate ‘lepra’ do papado

Mais um recado para padres e bispos: Francisco diz que o primeiro dever é salvar almas
2 de Outubro de 2013 às 10:28
O papa Francisco reuniu com os cardeais encarregues da reforma da Cúria
O papa Francisco reuniu com os cardeais encarregues da reforma da Cúria FOTO: osservatore romano/reuters

Os chefes da Igreja têm sido frequentemente narcisistas, lisonjeados e emocionados pelos seus cortesãos. A corte é a lepra do papado", afirmou o papa Francisco, numa entrevista ao jornal italiano ‘La Repubblica’, em que volta a centrar a missão da Igreja nas "coisas de Deus", em detrimento dos poderes terrenos.

"A Igreja é, ou devia voltar a ser, uma comunidade do povo de Deus e os padres, pastores e bispos, que têm o cuidado das almas, devem voltar a estar ao serviço do povo de Deus", afirmou o papa, alertando para o facto de a Cúria romana também ter essa "lepra", que são os cortesãos.

"Há cortesãos na cúria, mas a cúria em si é outra coisa. No entanto, é centrada no Vaticano. Vê e olha pelos interesses do Vaticano que são, ainda na maior parte, temporais. Esta visão centrada no Vaticano negligencia o mundo à nossa volta. Não partilho desta visão e farei tudo o que estiver ao meu alcance para a alterar", afirmou, no dia em que recebeu os oito cardeais encarregues da reforma da Cúria.

A intenção do papa, dizem alguns cardeais, é reduzir as burocracias e tornar os serviços mais céleres, mais abertos, mais próximos e, sobretudo mais pobres. Os cortes devem levar à diminuição de padres na Cúria.

papa francisco lepra vaticano igreja católica
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)