Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Papa trava ordenação sacerdotal de homens casados na Amazónia

Francisco não acata proposta do sínodo. Decisão do Sumo Pontífice evita nova guerra na Igreja Católica.
Secundino Cunha 13 de Fevereiro de 2020 às 08:47
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Afinal, a Igreja Católica não vai autorizar a ordenação sacerdotal de homens casados na região da Amazónia. Na Exortação Apostólica Pós-Sinodal Querida Amazónia, publicada esta quarta-feira de manhã, o Papa Francisco recua e não concretiza a mais polémica das conclusões do sínodo do passado mês de outubro. E também deixa de fora qualquer sinal de abrir o sacramento da ordem às mulheres.

Quando todo o mundo católico esperava "um passo radical" e apesar de 128 dos 169 bispos que participaram no sínodo terem votado a favor da proposta de Francisco, que visava combater pela extensão do sacerdócio a homens casados a falta de apoio sacramental naquela região remota do Globo, a verdade é que o polémico assunto fica, afinal, na gaveta.

Alheio a esta questão não estará certamente o livro publicado no mês passado pelo cardeal Robert Sarah, que integra um texto do Papa Bento XVI e que defende - em toda a linha -, o celibato dos padres.

Ao decidir travar a ordenação de homens casados na Amazónia, o Papa quis, por um lado, evitar um precedente, que rapidamente poderia alastrar a muitas outras regiões do Mundo e, por outro, travar o agravamento da polémica que esta discussão gerou na Igreja.

PORMENORES
Lei com 450 anos
O celibato dos padres só é obrigatório desde 1563, ou seja, há 457 anos. Após uma discussão de quase cinco séculos, que atravessou os quatro concílios de Latrão, a decisão foi tomada no Concílio de Trento.

A voz do papa emérito
O recuo do Papa Francisco na intenção de ordenar homens casados na Amazónia revela que a voz do papa emérito, Bento XVI, ainda tem um peso muito significativo na Igreja Católica.

Mais esforço às dioceses
Na Exortação esta quarta-feira publicada, o Papa Francisco pede mais esforço às dioceses, no envio de padres para a região da Amazónia, de forma a que "as pessoas possam celebrar o sacramento que realiza a unidade da Igreja".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)