Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Parlamento aprova lei que alivia consequências de não pagamento de propinas

Única consequência pelo incumprimento do pagamento das propinas no ensino superior é o não reconhecimento do ato académico.
10 de Maio de 2019 às 14:50
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Estudantes
A maioria de esquerda aprovou esta sexta-feira, no parlamento, um diploma que determina que a única consequência pelo incumprimento do pagamento das propinas no ensino superior é o não reconhecimento do ato académico.

Na votação final global do projeto de lei da bancada comunista, todos os partidos de esquerda (PS, PCP, BE, PEV) e o PAN aprovaram o diploma, que teve os votos contra da direita (PSD e CDS).

Atualmente, criticava o PCP no seu texto, "não só se exige, no ato da matrícula, uma primeira prestação da propina", como "o não pagamento posterior das restantes" pode "provocar a suspensão da matrícula e da inscrição anual, a limitação do acesso aos apoios sociais e a aplicação de juros".
PEV PCP PS PSD PAN BE CDS política partidos e movimentos parlamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)