Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Passageiros da easyJet em Portugal aumentam 16%

Portugal foi o mercado que mais cresceu em termos de investimento.
16 de Maio de 2017 às 15:18
Avião da EasyJet
Avião da EasyJet FOTO: Getty Images
A easyJet anunciou esta terça-feira que o número de passageiros transportados em Portugal cresceu 16% no semestre terminado em 31 de março, atingindo o valor recorde de 2,5 milhões.

Em declarações à agência Lusa, o responsável da easyJet na Península Ibérica, José Lopes, sublinhou que Portugal foi o mercado que mais cresceu em termos de investimento, com Espanha e França a surgir em segundo e terceiro lugar, respetivamente.

"Aumentámos a capacidade em 17%, crescendo acima do global que foi os 15%, ganhámos quota e a reação do tráfego foi positiva, continuamos a crescer cerca de 16% e atingindo o recorde de 2,5 milhões de passageiros", disse.

Segundo o responsável, "este crescimento de dois dígitos é transversal a todos os aeroportos [Lisboa, Porto, Faro e Funchal]" e resulta de uma aposta "muito forte" da companhia britânica no mercado português.

Para o próximo semestre, a expetativa é continuar a crescer a dois dígitos e acima daquilo que é a média na Europa, num ambiente "que para o consumidor é bom", disse José Lopes.

A companhia aérea britânica de baixo custo anunciou hoje um prejuízo de 212 milhões de libras (247 milhões de euros) no semestre terminado em 31 de março, apesar do número recorde de passageiros na operação global.

Este valor compara com o resultado negativo de 21 milhões de libras (24,5 milhões de euros) registado um ano antes e é justificado pela companhia com a desvalorização da libra desde o anúncio da saída do Reino Unido da União Europeia.

Segundo José Lopes, o resultado - em linha com o passado -- foi também prejudicado pelo facto de este ano a Páscoa não ter sido no primeiro semestre fiscal (no ano passado foi em março e este ano em abril).

"A easyJet continua no bom caminho para confirmar a aquisição de um Certificado de Operação Aéreo Europeu (AOC) até ao verão e, dessa forma, assegurar as operações futuras dentro da União Europeia", lê-se no comunicado emitido pela companhia aérea.

Sobre este assunto, José Lopes disse que apenas será anunciado o país onde irá recair a escolha da easyJet quando o processo estiver aprovado pelas autoridades reguladoras, sendo Portugal uma das possibilidades.

A receita total da easyJet no período considerado aumentou 3,2% para 1,827 milhões de libras (cerca de 2,131 milhões de euros).

A easyJet espera uma melhoria dos resultados no próximo semestre, uma vez que as reservas futuras são superiores às do ano passado em 77% para o trimestre e 55% para o semestre.
Porto Portugal França Espanha Lisboa Lisboa aviação transportes easyJet
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)