Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Penhora coloca socorro em risco

Os Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros foram alvo de uma penhora devido a uma dívida à empresa de combustível Petrobox. As antigas instalações da corporação e as contas bancárias foram penhoradas, pelo que neste momento os bombeiros não possuem dinheiro. O socorro aos doentes está em risco.
5 de Janeiro de 2012 às 23:57
Bombeiros de Macedo de Cavaleiros vivem dias difíceis e população pode ser prejudicada
Bombeiros de Macedo de Cavaleiros vivem dias difíceis e população pode ser prejudicada FOTO: José Rebelo

"Ainda temos gasóleo para hoje, não sabemos como vai ser amanhã. Não temos um único tostão para abastecer as ambulâncias. Com a penhora ficámos sem nada", disse ao CM o presidente da associação dos bombeiros, José Carlos Dias.

A corporação de Macedo de Cavaleiros deve mais de quatro meses de gasóleo à empresa, que, cansada de esperar pelo pagamento, avançou para tribunal. A corporação deve ainda mais dinheiro a outros credores, pelo que agora as dívidas irão acumular-se, atingindo já 200 mil euros. "Entendemos que a empresa precisasse do dinheiro, mas não esperávamos uma atitude tão radical. Isto é muito grave porque dentro de poucos dias vamos deixar de conseguir ajudar os doentes, muitos deles moradores em locais isolados", disse o presidente. Um advogado já se disponibilizou para defender, gratuitamente, os bombeiros em tribunal.

MACEDO DE CAVALEIROS PENHORA SOCORRO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)