Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Pentear em excesso provoca calvície

O uso demasiado frequente do pente favorece a perda de cabelo em vez de reforçar o couro cabeludo. A conclusão é de Alexandre Kirdman, dermatologista israelita, que realizou um estudo em 14 mulheres. Durante a investigação, as mulheres tinham como missão contar todos os dias o número de cabelos arrancados pelo pente. No final, concluiu-se que quanto mais se penteavam, mais cabelos perdiam.
11 de Agosto de 2009 às 00:30
Frequência do pente é prejudicial
Frequência do pente é prejudicial FOTO: direitos reseravdos

"As mulheres que se penteiam duas vezes por dia perdem três vezes mais cabelos do que se o fizessem apenas uma vez", disse o autor da investigação, Alexandre Kirdman, da Universidade Hebraica de Jerusalém, sem esconder a sua surpresa com os dados: "Fiquei surpreendido, porque se considera nos meios médicos que o uso do pente melhora a circulação sanguínea e reduz a perda de cabelo."

O estudo foi recentemente publicado na revista científica ‘Journal of Dermatological Treatment’.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)