Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Pescadores pedem para adiar pesca da sardinha para maio

Proposta foi dirigida ao Governo.
23 de Fevereiro de 2016 às 13:05
Sardinha
Sardinha FOTO: Pedro Noel da Luz/Correio da Manhã

O presidente da Associação Nacional das Organizações da Pesca do Cerco (ANOP Cerco) disse esta terça-feira que propôs ao Governo o prolongamento até 1 de maio da interdição da pesca da sardinha, prevista em portaria até ao final deste mês.

A proposta é de "começar a pesca da sardinha em maio, de forma a concentrar as melhores possibilidades de pesca nos meses de verão e subsequentes ao verão, altura em que a sardinha tem mais qualidade, melhor preço e maior apetência no mercado" afirmou Humberto Jorge à Lusa.

O dirigente explicou que "nos meses de março e abril, o teor de gordura ainda não é o melhor, portanto, a sardinha não tem tanta qualidade, pelo que não faz muito sentido estar a capturá-la, quando se prevê que a quota para 2016 vai ser igual à de 2015 e é muito reduzida para manter a frota do cerco durante 10 meses".

Proposta "não é do agrado" da ANOP Cerco

Trata-se de uma proposta que "não é do agrado" da ANOP Cerco, mas é considerada a mais viável, no sentido de o setor conseguir "prolongar a pesca pelo menos até novembro e evitar um período de paragem tão longo", que, a acontecer, tornaria "difícil" manter muitas embarcações do ponto de vista financeiro.

Humberto Jorge lembrou que, mais do que um problema económico, a paragem da pesca da sardinha é um problema social.

Contactada pela Lusa, fonte oficial do Ministério do Mar disse que a proposta apresentada pelo setor "está a ser ponderada", vai ser "objeto de análise pela Comissão de Acompanhamento da Sardinha e só depois o ministério vai tomar a decisão".

A quota da sardinha ibérica é gerida em conjunto por Portugal e Espanha. Em 2015, as capturas dos dois países atingiram 19.000 toneladas, das quais 13.000 foram capturadas pela frota portuguesa de cerco, devendo ser o limite atribuído a Portugal em 2016.

A pesca da sardinha está interdita pelo menos até ao final deste mês, no âmbito do período de defeso biológico desta espécie, segundo uma portaria publicada no Diário da República.

presidente da Associação Nacional das Organizações da Pesca do Cerco Humberto Jorge Governo pescas sardinha
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)