Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Porto: Greve na cantina do Hospital de S. João

A greve deste sábado dos trabalhadores da cantina do Hospital de S. João, Porto, está a registar uma adesão "muito elevada", mas as refeições dos doentes estão garantidas, afirmou à Lusa o dirigente do sindicato do sector.
9 de Junho de 2012 às 12:12
Hospital de São João, no Porto
Hospital de São João, no Porto FOTO: Paulo Duarte

Francisco Figueiredo, do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria e Turismo, restaurantes e Similares do Norte, disse que "dos 125 trabalhadores, apenas cinco" não aderiram ao protesto, juntando-se assim aos 17 que tinham sido destacados para os serviços mínimos.

"Serão servidas as refeições dos doentes internados, mas os médicos, os enfermeiros e demais funcionários terão de procurar alternativas", acrescentou Francisco Figueiredo.

Além desta cantina/self-service, explorada pela empresa Such – Serviços de Utilização Comum dos Hospitais, existem mais dois bares nas instalações do Hospital de S. João.

Francisco Figueiredo explicou à Lusa que este protesto visa exigir a reclassificação profissional de cerca de 50 trabalhadores, horários de trabalho que garantam 104 folgas anuais, descanso compensatório pelo trabalho em dia feriado e a manutenção do regime de majoração de férias por assiduidade e antiguidade.

"Esta cantina estava a ser explorada pela Eurest tendo a Such assumido a gestão há alguns meses", disse o dirigente sindical, que pretende solicitar uma reunião com a administração desta empresa, já na próxima segunda-feira, para tentar negociar as revindicações dos trabalhadores.

A Lusa tentou obter esclarecimentos junto da Such e da administração do Hospital de S. João, mas até ao momento não obteve resposta.

Greve hospital S. João refeições cantina adesão doentes sindicato Francisco Figueiredo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)