Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Portugal destrói plasma de sangue e compra ao estrangeiro

Portugal destrói o plasma do sangue que recolhe devido a problemas com um concurso que obriga o Instituto Português do Sangue (IPS) a gastar anualmente 70 milhões de euros a adquirir este produto de saúde.
14 de Junho de 2011 às 13:20
Portugal vai pagar 70 milhões de euros para adquirir plasma de outros países
Portugal vai pagar 70 milhões de euros para adquirir plasma de outros países FOTO: Sérgio Lemos

O presidente do IPS, Álvaro Beleza, confirmou  que "metade do sangue doado vai para o lixo" e que está a marcar este Dia Mundial do Dador de Sangue. "É Portugal no seu pior", desabafou aos jornalistas Álvaro Beleza, que desde Fevereiro dirige o IPS . 

Em causa está a utilização do plasma, componente do sangue que é recolhido anualmente. Portugal utiliza 400 mil unidades de sangue, das quais 90 mil de plasma para uso direito nos hospitais.  

Devido a um problema com o concurso para a inactivação e fragmentação do plasma, este é destruído e há dez anos que é assim. Para Álvaro Beleza, a situação é revoltante e, para já, poderá ser parcialmente resolvida através da utilização dessas 90 mil unidades de plasma pelos hospitais. 

No entanto, enquanto a questão concursal não se resolver, as restantes mais de 300 mil unidades de plasma continuarão a ser incineradas e Portugal a pagar 70 milhões de euros na sua aquisição a outros países. 

Nas contas de Álvaro Beleza, mesmo que em matéria de plasma Portugal não se torne para já autossuficiente, o aproveitamento do plasma do sangue recolhido poderia gerar poupanças na ordem dos 15 milhões de euros anuais. 

O especialista espera que este problema se resolva rapidamente e que o mesmo não abale a confiança dos portugueses, bem como a sua generosidade e vontade em doar sangue.

Para já, avança a campanha "Dador Salvador" que visa incentivar a recolha de sangue o mais cedo possível, de preferência a partir da maioridade. Para tal, unidades móveis do IPS vão estar nas praias de Monte Gordo, Carcavelos, Quarteira, Póvoa do Varzim e Figueira da Foz. 

Nesta campanha, o IPS espera recolher cerca de quatro mil unidades de sangue.

Sangue Plasma Portugal Doar Dodores Dador Salvador Álvaro Beleza IPS
Ver comentários