Portugal perdeu 10 mil licenciados

Só 33,9% na faixa dos 30 aos 34 anos tem curso.
Por João Saramago|16.04.18
Portugal perdeu, no último ano, dez mil licenciados de acordo com as contas do organismo de estatística da Comissão Europeia - Eurostat. Em 2017, na população com idades entre os 30 e os 34 anos, os licenciados representavam 33,9%, ou seja, seriam 207 mil num universo de 611 mil pessoas nesta fase etária. Em 2016, as pessoas com um curso superior eram 217 mil (34,6%), num universo de 627 mil pessoas na mesma faixa etária.
Percentagem de licenciados em Portugal

O ano de 2017 representa um ano de exceção numa evolução positiva do número de licenciados. Em 2002, nesta faixa etária, eram 12,9%. Valor que esteve sempre a subir até 2008, quando foram atingidos os 21,6%. Em 2009, houve um recuo para 21,3%. Desde então, e até 2016, a percentagem de população com diploma não parou de crescer. O recuo de 2017 compromete a meta estabelecida para 2020 de ser atingida a média de 40% de licenciados, entre os 30 aos 34 anos.

A redução de licenciados ocorre quando o número de alunos que entram no Ensino Superior na 1ª fase é inferior ao verificado em 2010: em 2017 entraram 44 914, em 2010 foram 45 592.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!