Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Portuguesa vai escalar o Everest

Maria Conceição quer angariar 780 mil euros para ajudar as crianças do Bangladesh. A portuguesa tem consciência dos perigos, mas leva consigo a determinação e coragem necessárias.
1 de Abril de 2013 às 12:03

Maria Conceição partiu, esta segunda-feira, para a montanha mais alta do Mundo, o Everest, com o sonho e objetivo de angariar 1 milhão de dólares (cerca de 780 mil euros) para ajudar as crianças do Bangladeche, um país asiático quase totalmente rodeado pela Índia.

A criadora da Fundação Maria Cristina, no Dubai, não é alpinista profissional, por isso tem consciência dos riscos que corre, apesar do treino intensivo que durou um ano.

“Estou consciente que se calhar estou a viver os meus últimos dois meses de vida, mas, para mim, é o meu sonho, a minha missão", disse a portuguesa à TSF.

A escola da Fundação Maria Cristina fechou as portas recentemente por falta de fundos, deixando 600 crianças sem ensino.

A aventura vai terminar em meados de maio. Até lá, Maria junta à bagagem muita determinação e coragem, que a levarão a mais de 8800 metros de altura.

Maria Conceição começou a trabalhar como comissaria de bordo, em 2003, numa companhia aérea no Dubai.

Numa viagem ao Bangladesh, Maria testemunhou a extrema pobreza de algumas crianças e, determinada, decidiu voltar um mês depois para ajudar.

Maria Conceição criou o projeto  'Daka Project' e, recentemente, a Fundação Maria Cristina onde, durante seis anos, coordenou e dedicou-se a projetos humanitários, com o objetivo de proporcionar às crianças uma educação gratuita.

Fundação Everest Maria Conceição Índia Bangladeche
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)