Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Povo apoia pobre que já foi milionário

Jorge Dias reclama indemnização de seis milhões à câmara de Abrantes.
José Durão 12 de Junho de 2019 às 08:52
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Jorge Dias recebeu apoio
Dezenas de pessoas juntaram-se esta terça-feira, em frente à Câmara Municipal de Abrantes, para manifestar o seu apoio a Jorge Dias, um antigo construtor local que acusa a autarquia de conduzir a sua empresa à falência.

"[Jorge Dias] foi o construtor da minha casa há 30 anos", disse Maria Filomena Vieira, uma das manifestantes. "É uma pessoa idónea, que não merece estar a passar por isto. Há aqui coisas que não estão a ser feitas da melhor forma", acusou.

Ontem, em reunião de câmara, a autarquia abrantina, pela voz do atual presidente, Manuel Valamatos - que, há quatro meses, substituiu Maria do Céu Albuquerque, a atual secretária de Estado do Desenvolvimento Rural, no cargo - refutou as acusações de corrupção e afirmou que "não é verdade" que a autarquia seja culpada pela falência da empresa de Jorge Dias.

Na raiz do imbróglio legal está uma parcela de terreno, em Abrantes, reclamada tanto pela câmara como por Jorge Dias.

O ex-construtor, que hoje recebe 300 euros mensais, do Rendimento Social de Inserção, exige uma indemnização de seis milhões de euros.

O caso arrasta-se nos tribunais desde 2006 e continua por esclarecer quem é o proprietário.

As partes aguardam agora pela sentença do Tribunal de Leiria, relativa ao último recurso, que foi concluído em dezembro de 2016.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)