Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Praias de Santo António e Monte Gordo interditadas a banhos devido à presença de bactérias na água

Bandeiras vermelhas vão permanecer hasteadas em ambas as praias até a Agência de Portuguesa do Ambiente realizar novas análises.
Lusa 29 de Julho de 2020 às 16:44
Praia de Monte Gordo interditada a banhos devido à presença de bactéria na água
Praia de Monte Gordo interditada a banhos devido à presença de bactéria na água
Praia de Monte Gordo interditada a banhos devido à presença de bactéria na água
Praia de Monte Gordo interditada a banhos devido à presença de bactéria na água
Praia de Monte Gordo interditada a banhos devido à presença de bactéria na água
Praia de Monte Gordo interditada a banhos devido à presença de bactéria na água
As autoridades marítimas ordenaram esta quarta-feira a interdição de banhos nas praias de Santo António e Monte Gordo, no concelho de Vila Real de Santo António, devido à presença de coliformes na água, disse o capitão do porto.

"As bandeiras vermelhas foram hasteadas nas praias de Santo António e Monte Gordo, devido à presença de bactérias na água", afirmou à agência Lusa o capitão do porto de Vila Real de Santo António, Rui Andrade.

A interdição está em vigor desde cerca das 15h00 e "as pessoas são desaconselhadas a ir a banhos" enquanto a mesma estiver em vigor, alertou a mesma fonte.

As bandeiras vermelhas vão permanecer hasteadas em ambas as praias até a Agência de Portuguesa do Ambiente (APA) proceder a novas análises que certifiquem a inexistência de bactérias na água.

Às 16h12, apesar de a proibição já estar em vigor, o 'site' de informação da APA que faz a monitorização da capacidade das praias determinada para evitar a propagação da pandemia de covid-19 ainda classificava a qualidade da água na praia de Monte Gordo e na de Santo António como excelentes.

A Câmara de Vila Real de Santo António atribuiu o hasteamento da bandeira vermelha a uma descarga de um barco.

"Às 15h00, nós tínhamos no site da APA a água como de excelente qualidade [nas duas praias] e, às 15h15, então publicam essa situação que apareceu um nível superior ao normal de coliformes fecais. E aí mandaram uma recomendação para cá a dizer que não era aconselhável banhos. Não é interdito, é não aconselhável", distinguiu a autarca em declarações à Lusa.

A mesma fonte disse ter falado com responsáveis da Agência Portuguesa do Ambiente, que procede às análises da água, e com o capitão do porto de Vila Real de Santo António, "a dizer que não entendia por que tem de ser içada a bandeira vermelha, se é não aconselhável ir banhos, e não interdito".

Conceição Cabrita disse ter recebido a resposta de que "nestas situações tem de ser sempre hasteada a bandeira vermelha" e adiantou que a autarquia está à espera "que a APA faça uma contra-análise, que sairá amanhã de manhã [o resultado]".

A mesma fonte garantiu que no concelho "não há neste momento nenhum esgoto a sair para o mar" e "deixou de haver fossas nos restaurantes" quando foi feita a obra de requalificação da praia e construído o passadiço de madeira que protege as dunas, pelo que se houve contaminação, como a APA aponta, ela "foi externa".

Conceição Cabrita mostrou-se confiante de que o resultado das contra-análise da APA, na quinta-feira de manhã, já não acuse a presença de coliformes e possa ser retomada a atividade da praia sem restrições.

A autarca anunciou também que a Câmara de Vila Real de Santo António já pediu a realização de análises independentes para poder rapidamente demonstrar a qualidade da água das duas praias do concelho.

Vila Real de Santo António Monte Gordo António APA saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)