Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Premiada investigação sobre reação das células ao oxigénio

Prémio tem um valor de nove milhões de coroas suecas, o que corresponde a mais de 826 mil euros.
Correio da Manhã 8 de Outubro de 2019 às 08:28
Gregg Semenza (à esq.), Peter Ratcliffe e William Kaelin, vencedores do Nobel
Gregg Semenza (à esq.), Peter Ratcliffe e William Kaelin, vencedores do Nobel FOTO: Reuters
O prémio Nobel da Medicina foi esta segunda-feira atribuído aos investigadores norte-americanos William Kaelin, Peter Ratcliffe e Gregg Semenza pelas descobertas relativas à forma como as células reagem e se adaptam às diferenças de oxigénio.

"A importância fundamental do oxigénio é conhecida há anos, mas o processo de adaptação das células às variações dos níveis de oxigénio era um mistério", explicou o Comité do Nobel.

O prémio tem um valor de nove milhões de coroas suecas, o que corresponde a mais de 826 mil euros. Para o Instituto de Medicina Molecular, esta investigação permite pensar em estratégias para bloquear células cancerígenas.
William Kaelin Peter Ratcliffe Gregg Semenza ciência e tecnologia ciência (geral)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)