Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Prisão para responsável por implantes mamários defeituosos

Autoridades portuguesas registaram 71 casos de rutura de implantes mamários a empresa Poly Implant Prothèse (PIP).
10 de Dezembro de 2013 às 14:20
Jean-Claude Mas, fundador da sociedade PIP
Jean-Claude Mas, fundador da sociedade PIP FOTO: REUTERS/Jean-Paul Pelissier

A justiça francesa condenou esta terça-feira a quatro anos de prisão Jean-Claude Mas, fundador da sociedade PIP, que vendeu implantes mamários defeituosos durante anos, no primeiro julgamento deste caso.

O tribunal correcional [que funciona sem júri] de Marselha (sul) condenou quatro antigos executivos da PIP, acusados de burla e fraude agravada, a penas de prisão de entre três anos, dois de pena suspensa, e 18 meses de cadeia com pena suspensa.

Mas, de 74 anos, fundou a empresa Poly Implant Prothèse (PIP) em 1991, que se transformou no quarto fabricante mundial de implantes mamários de custo reduzido fabricados com um gel não homologado pelas autoridades.

REGISTADOS 71 CASOS DE RUTURA DE IMPLANTES EM PORTUGAL

O Infarmed registou em Portugal 71 casos de rutura de implantes mamários da marca Poly Implant Prothese (PIP). Fonte deste organismo, que regula o setor, referiu que estas ruturas registaram-se em 58 mulheres.

Jean-Claude Mas PIP implantes mamários Poly Implant Prothèse
Ver comentários