Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Privados falham na informação

Entidade Reguladora da Saúde quer doentes informados sobre preços e procedimentos
22 de Setembro de 2013 às 01:00

Os Hospitais Privado de Braga e dos Lusíadas, em Lisboa, arriscam uma multa da Entidade Reguladora da Saúde (ERS)que pode ir até aos 44 891 euros. Em causa está o facto de a entidade ter recebido queixas de utentes relativas à prestação de informação correta e adequada sobre os preços e exames a realizar.

A ERS emitiu duas instruções relativamente ao processo de cada um dos hospitais, determinando que sejam "adotados os procedimentos capazes de promover a informação completa, verdadeira e inteligível, com antecedência, rigor e transparência a todos os utentes que a si se dirigem, sob pena de uma violação dos direitos de acesso dos utentes".

No caso do Hospital Privado de Braga, uma utente queixou-se que não foi informada pelo dentista que a realização de um determinado tratamento, que acabou por efetuar no decorrer da consulta, não era comparticipado pela ADSE.

Em relação ao Hospital dos Lusíadas, o processo teve origem na queixa de uma utente reencaminhada pela Secretaria Geral do Ministério da Saúde. A doente queixou-se que lhe foi cobrado um exame cujo valor não lhe foi apresentado no orçamento que solicitou para a realização de uma cirurgia. 

saúde ers adse privados hospital
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)