Procuradoria diz que greve cirúrgica dos enfermeiros é ilegal

Ministra da Saúde garante que o parecer é vinculativo e que a greve deverá ser suspensa.
Por Edgar Nascimento e Filipe António Ferreira|16.02.19
  • partilhe
  • 9
  • +
A Procuradoria-Geral da República (PGR) considerou ilícita a greve dos enfermeiros nos blocos operatórios em curso desde 31 de janeiro, anunciou esta sexta-feira a ministra da Saúde. Marta Temido adiantou que já homologou o "parecer complementar" da PGR e que é vinculativo, pelo que a greve "deverá ser suspensa", já na segunda-feira. A greve foi convocada pelos sindicatos ASPE e Sindepor.

A ministra disse que "duas circunstâncias justificam" o parecer da PGR: o pré-aviso de greve "não especificava" em que moldes a paralisação se iria realizar, e questões relativas ao "financiamento colaborativo que se colocam à própria greve".

Marta Temido explicou que o pedido de parecer foi efetuado antes da primeira greve (de 22 de novembro a 31 de dezembro).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!