Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Professores pedem audiência a Cavaco

A suspensão do modelo de avaliação de professores foi reiterada ontem por mais de duas centenas de presidentes dos conselhos executivos de escolas, que se reuniram em Coimbra. Os docentes consideraram ainda não haver mecanismos legais que obriguem a aplicá-lo.
8 de Fevereiro de 2009 às 00:30
Reunião juntou 212 participantes
Reunião juntou 212 participantes FOTO: Ricardo Almeida

"Não nos pretendemos substituir a quem de direito para elaborar um modelo, mas sabemos que estamos a perder tempo e temos sugestões para que sejam introduzidos factores de relevância num modelo de avaliação que venha a ser justo, sério e credível, porque este não o é", disse Isabel Legué, porta-voz do movimento.

Quanto à hipótese de uma demissão em bloco dos presidentes dos conselhos executivos, a docente referiu: "Decidimos ter a coragem de não nos demitirmos. Não nos demitiremos de continuar a ter voz." O documento aprovado pelos 212 participantes será enviado à ministra da Educação e será pedida uma audiência a Cavaco Silva. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)