Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Profissionais da Saúde sem férias vão ser compensados

Por cada cinco dias não gozados será pago um dia adicional.
João Saramago 22 de Novembro de 2020 às 09:49
Marta
Temido avançou que nos últimos dias há uma desaceleração dos novos casos de contágio por Covid-19
Marta
Temido avançou que nos últimos dias há uma desaceleração dos novos casos de contágio por Covid-19 FOTO: TIAGO PETINGA/lusa
Os profissionais de saúde que não vão poder gozar férias até o fim do ano devido à pandemia serão compensados, anunciou a ministra da Saúde. Marta Temido explicou que os profissionais podem optar, em 2021, por uma compensação financeira. “Por cada cinco dias de férias não gozados, além do direito a esses dias, terem o pagamento de um dia adicional de férias”, disse à SIC. O cancelamento de férias já tinha sido aplicado na primeira fase da pandemia.

Marta Temido sublinhou que tem sido feito um esforço de contratação e de melhoria da resposta do Serviço Nacional de Saúde. “Ainda esta semana garantimos que os hospitais recuperavam a autonomia para poder contratar médicos por tempo indeterminado”, disse.

Segundo a governante, começa a assistir-se a “alguma desaceleração” do crescimento da pandemia, mas o número de novos casos mantém-se “muito elevado e preocupante”.

“A situação mantém-se grave e temos de estar preparados para que nos próximos dias e semanas seja mais complexa”, acrescentou.

A ministra precisou que nos primeiros dez meses do ano aposentaram-se 544 médicos, quando em igual período de 2019 foram 409. Por comparação com janeiro, em outubro havia mais 41 médicos especialistas, num total de 19 596.

SIC Saúde Marta Temido epidemias e pragas política ajuda externa
Ver comentários