Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Proteção Civil termina exercício para testar capacidade de resposta

Exercícios envolvem corpos dos bombeiros, GNR, Força Especial de Bombeiros, GNR, INEM, Forças Armadas, sapadores florestais e Instituto das Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).
19 de Maio de 2018 às 09:16
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) termina este sábado o exercício nacional para testar a capacidade de resposta num cenário de incêndio rural, iniciativa que mobiliza 850 operacionais nos distritos de Viseu e Aveiro.

Depois de ter sido testada, na sexta-feira, a modalidade de contexto de sala de operações, o exercício, denominado "Montemuro 18", está hoje no terreno com os meios operacionais que integram o sistema nacional de operações de proteção e socorro, nomeadamente corpos dos bombeiros, GNR, Força Especial de Bombeiros, GNR, INEM, Forças Armadas, sapadores florestais e Instituto das Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

No âmbito dos Programas "Aldeia Segura" e "Pessoas Seguras", destinados a criar estratégias de proteção dos aglomerados populacionais e incentivar a participação das populações, será hoje simulado um cenário de evacuação da Aldeia de Aziboso, no concelho de Cinfães.

Segundo a ANPC, a iniciativa visa testar o nível de resposta do sistema nacional de proteção civil numa situação excecional decorrente de um incêndio florestal, exercitando "a capacidade de comando, controlo e comunicações dos vários escalões decisórios intervenientes na gestão das operações de proteção e socorro".

O comandante operacional nacional da Proteção Civil, Duarte da Costa, explicou, numa conferência de imprensa realizada esta semana, que vão ser testadas as valências do combate a incêndio, salvamento, evacuação em aglomerados populacionais, respostas a acidentes com várias vítimas, apoio militar e de emergência das Forças Armadas, sistema de comunicações, novo sistema de operações e avisos às populações.

A ANPC vai também ensaiar o sistema de aviso, através de SMS, às populações dos distritos de Aveiro e Viseu, que vão ser informadas da situação de risco extremo de incêndio rural devido à declaração do estado de alerta especial do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro (SIOPS) para o nível vermelho.

A Proteção Civil vai ainda testar "cenários de falha de comunicações, de falha de energia elétrica e de congestionamento da rede SIRESP, tendentes a permitir aferir da eficácia dos sistemas redundantes implementados, designadamente através da ativação de geradores e da estação móvel de comunicações".

"O exercício é complexo, de larga escala e serve para testar as nossas principais capacidades", disse o comandante nacional da ANPC, adiantando que só treinando é que se tem consciência daquilo que se é capaz de fazer.

Duarte da Costa adiantou que o exercício envolve meios de várias regiões do país, apesar de se realizar nos distritos de Viseu e Aveiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)