Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Protesto em Lisboa contra política europeia de imigração

Manifestação "Stop ao Genocídio no Mediterrâneo" juntou cerca de 120 pessoas.
23 de Abril de 2015 às 21:32
Funeral dos imigrantes que morreram no domingo no Mediterrâneo
Funeral dos imigrantes que morreram no domingo no Mediterrâneo FOTO: Darrin Zammit Lupi/Reuters

Cerca de 120 pessoas concentraram-se esta quinta-feira em frente ao Centro Europeu Jean Monnet, em Lisboa, para protestar contra a política de imigração da União Europeia, que responsabilizam pelas mortes de imigrantes no Mediterrâneo.

O protesto, intitulado "Stop ao Genocídio no Mediterrâneo", foi uma iniciativa conjunta das associações SOS Racismo e Renovar a Mouraria, convocado em dia de Conselho Europeu extraordinário em Bruxelas para adotar medidas que impeçam a continuação desta crise humanitária, depois de um naufrágio no passado fim de semana ter feito mais de 800 mortos.

Nos postes das bandeiras dos Estados membros da União Europeia, no relvado em frente ao edifício que alberga as representações em Portugal das instituições europeias, havia folhas A4 coladas com fita-cola, em que se lia: "Não à Europa Fortaleza", "Fim do Frontex", "Imigrar é um Direito, não um Negócio" e "Dois milhões de refugiados sírios. Só 23 em Portugal".

Centro Europeu Jean Monnet União Europeia Mediterrâneo manifestação imigração
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)