Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Provas fáceis são desincentivo para todos

A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) alertou ontem para o facto de o facilitismo nos exames nacionais poder constituir um "desincentivo" para professores e alunos.

23 de Junho de 2008 às 00:30
1.ª fase de exames acaba hoje
1.ª fase de exames acaba hoje FOTO: Bruno Colaço

"Praticamente todos os professores de Matemática com quem temos falado nos dizem, com desânimo, que o exame do 9º ano foi demasiado simples. Os alunos são da mesma opinião e a frase que mais temos ouvido é ‘afinal não valia a pena ter estudado tanto’, o que é muito desmoralizador", afirmou ao CM Nuno Crato, presidente da SPM. Esta organização emitiu ontem um comunicado onde realça que "apresentar provas com grau de dificuldade demasiado elementar, como aconteceu no exame de matemática do 9º ano, não recompensa o esforço de professores, pais e alunos". Hoje realiza-se o exame nacional do 12º ano de Matemática, no último dia da 1ª fase de exames.

A SPM frisou ainda que "o Ministério de Educação tem a completa responsabilidade pela elaboração das provas", em resposta ao director do Gabinete de Avaliação Educacional. Pinto Ferreira afirmou à Lusa que a prova do 9º ano "foi auditada por dois professores da SPM, que não fizeram apreciação negativa a este exame, pelo contrário". "A nossa sociedade não conhece as provas antes de serem aplicadas e publicadas", garante a SPM, frisando que os especialistas nomeados se pronunciam apenas sobre a existência de erros nas perguntas.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)