Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Providências cautelares de farmacêuticas aprovadas

As farmacêuticas viram as suas pretensões de suspender a entrada de genéricos no mercado português aprovadas, na sequência do deferimento de 26 das 31 providências cautelares interpostas nos tribunais administrativos.
6 de Julho de 2009 às 18:26
Providências cautelares de farmacêuticas aprovadas
Providências cautelares de farmacêuticas aprovadas FOTO: d.r.

A indústria farmacêutica tinha como objectivo suspender a autorização de introdução no mercado e a definição de preço de venda ao público atribuídas pelo Infarmed de vários medicamentos genéricos, cujas patentes das substâncias activas não tinha ainda expirado.

Os medicamentos genéricos ocuparam no ano passado 18,56 por cento da quota de mercado, representando vendas de 622 milhões de euros, num mercado que vale mais de 3 mil milhões.

Ver comentários