Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Quedas de árvores, inundações e obstruções de vias: Tempestade ‘Bárbara’ coloca País em alerta

Agravamento do estado do tempo a partir das 12h00. Quase 400 ocorrências até ao início da noite.
Vanessa Fidalgo 20 de Outubro de 2020 às 07:58
Em Sacavém, Loures, houve ruas inundadas e carros danificados
Em Vila Real, a chuva não deu tréguas, tornando muito difícil a circulação pela cidade
Rua das Pretas, em Lisboa, ao fim da tarde ficou intransitável
Rua das Pretas, em Lisboa, ao fim da tarde ficou intransitável
Em Sacavém, Loures, houve ruas inundadas e carros danificados
Em Vila Real, a chuva não deu tréguas, tornando muito difícil a circulação pela cidade
Rua das Pretas, em Lisboa, ao fim da tarde ficou intransitável
Rua das Pretas, em Lisboa, ao fim da tarde ficou intransitável
Em Sacavém, Loures, houve ruas inundadas e carros danificados
Em Vila Real, a chuva não deu tréguas, tornando muito difícil a circulação pela cidade
Rua das Pretas, em Lisboa, ao fim da tarde ficou intransitável
Rua das Pretas, em Lisboa, ao fim da tarde ficou intransitável

Até às 20h00 desta segunda-feira, a Proteção Civil registou 391 ocorrências relacionadas com o mau tempo associado à passagem da tempestade ‘Bárbara’ por Portugal continental.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para segunda-feira prevê-se um agravamento significativo das condições meteorológicas.

Esta terça-feira, a maioria das ocorrências foi registada durante a tarde em Lisboa, Guarda, Coimbra e Aveiro, e estiveram relacionadas com "quedas de árvores e estruturas, inundações, obstruções e limpeza de vias", explicou ao CM fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil. Também em Vila Real, Vila Nova de Gaia e Loures se verificaram incidentes. Não há registo de feridos. "Houve apenas alguns danos materiais sem grande relevo, como toldos ou andaimes", garantiu a Proteção Civil.

As previsões meteorológicas para esta segunda-feira apontam para um aumento da precipitação e do vento a partir 09h00, com um agravamento significativo entre as 12h00 e as 19h00. A Proteção Civil vai manter em estado de alerta especial laranja, até às 23h59 desta quarta-feira, oito distritos. Já o IPMA colocou cinco (Castelo Branco, Santarém, Lisboa, Setúbal e Portalegre) sob aviso vermelho por causa da chuva.

Pormenores
Oito em alerta laranja
Lisboa, Santarém, Setúbal, Portalegre, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra e Porto são os oito distritos que a Proteção Civil colocou em alerta laranja (o segundo mais grave da escala), entre as 00h00 desta terça-feira e as 23h59 desta quarta-feira.

Aviso por mensagem
A Proteção Civil enviou esta segunda-feira à tarde, por telemóvel, mensagens escritas para a população dos distritos em alerta laranja. "Risco de inundações. Fique atento. Siga recomendações."

Previsão para hoje
O IPMA prevê para esta terça-feira chuva forte, vento com rajadas até 100 quilómetros/hora em todo o País (poderão atingir os 130 quilómetros/hora nas terras altas) e agitação marítima, com ondas de 4,5 metros no Sul e Oeste. 

Bárbara País Portugal Proteção Civil IPMA Instituto Português do Mar e da Atmosfera Lisboa meteorologia
Ver comentários