Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Quinze mil utentes vão ficar sem médico de família

Concurso para profissionais de Medicina Geral e Familiar termina esta sexta-feira.
9 de Janeiro de 2015 às 15:17
"Serão cerca de 15 mil utentes a quem foi atribuído um médico de família que voltarão a não ter quem os acompanhe", lamenta o CRN-OM
'Serão cerca de 15 mil utentes a quem foi atribuído um médico de família que voltarão a não ter quem os acompanhe', lamenta o CRN-OM FOTO: Getty Images

O Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos (CRN-OM) alertou esta sexta-feira que 15 mil utentes vão ficar sem médico de família devido às 21 vagas alocadas à região no concurso para profissionais de Medicina Geral e Familiar.

"Serão cerca de 15 mil utentes a quem foi atribuído um médico de família que voltarão a não ter quem os acompanhe", lamenta o CRN-OM em comunicado, explicando que o concurso que termina esta sexta-feira retira ao Norte oito médicos.


O CRN-OM explica que, em outubro, "terminaram a formação específica em Medicina Geral e Familiar" 29 internos que assumiram de imediato "ficheiros de utentes", se apresentaram como "os seus novos médicos de família" e começaram a "estudá-los e acompanhá-los". 



utentes norte médico de família ordem dos médicos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)