Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Recusa de médicos leva à desconfiança

A recusa de alguns médicos e enfermeiros em serem vacinados contra a gripe A está a potenciar a desconfiança dos portugueses na qualidade e segurança da vacina, admitiu ontem o director-geral da Saúde, Francisco George, no arranque da campanha de vacinação.
27 de Outubro de 2009 às 00:30
Francisco George foi o 11.º responsável do Ministério da Saúde a receber a vacina no Centro de Saúde de Alvalade
Francisco George foi o 11.º responsável do Ministério da Saúde a receber a vacina no Centro de Saúde de Alvalade FOTO: Bruno Colaço

No Hospital Garcia de Orta, em Almada, cinco por cento dos cem profissionais inscritos para a vacinação recusam-na. Para dar o exemplo, Francisco George vacinou-se ontem, no Centro de Saúde de Alvalade. 'Reconhecemos a importância da vacina e não faz sentido este movimento que não tem fundamento científico. Os profissionais serão vacinados mais tarde.'

Várias pessoas não confiam na vacina. Marisa, 30 anos, com uma gravidez de 30 semanas, salienta: 'Não quero a vacina, pois os médicos, que sabem mais do que nós, não a querem tomar. Vou recusá-la.' Isabel Matias, 40 anos, acrescenta: 'Não há estudos suficientes. Não deixo o meu filho ser vacinado, que é asmático.' Já Vera Silva, de 21 anos, espera para ver a reacção que a vacina provoca.

Apesar da campanha ter arrancado ontem, nem todos os centros de saúde estavam preparados. Em Leiria, Batalha, Porto de Mós e Marinha Grande, por exemplo, a vacinação só terá início segunda-feira, após a convocação das grávidas. No hospital e centros de saúde de Viseu a vacina será administrada a partir de amanhã e em Coimbra começa hoje.

Em Évora, a vacinação começou ontem para os primeiros 80 enfermeiros e 83 médicos e técnicos. No Algarve, os centros de saúde de Tavira e Portimão aderem nos próximos 15 dias.

No próximo ano, a vacina da gripe sazonal incluirá a estirpe da gripe A.

TESTEMUNHOS

'HÁ POUCA INFORMAÇÃO SOBRE EFEITOS ADVERSOS': Vasco Noé Técnico do IDT

Tenho indicação para ser vaci- nado, mas não quero. Não há muita informação sobre os efeitos secundários que a vacina pode provocar e estranho não podermos fazer análises depois da vacina, porque os resultados podem não ser fiáveis.'

'ASSUSTEI-ME QUANDO VI QUE ERA A PRIMEIRA': Carla Casinha Enferm. Évora

Não receio a vacina. Se a estão a distribuir é porque é minimamente segura. Alertaram-me para os efeitos secundários e só me assustei quando soube que era a primeira a ser vacinada no Hospital de Évora, mas estou à vontade.'

'TEMOS MEIOS PARA COMBATER A DOENÇA': Álvaro Beleza Dir. de laboratório

Tenho plena confiança na vacina. Sei que é a melhor forma de prevenir a doença. Pela primeira vez, temos os meios técnicos para combater uma doença a tempo da pandemia. Não se pode brincar com um assunto que é bastante sério.'

'SABER MELHOR QUAL A DOSAGEM NECESSÁRIA': José Leitão C. Saúde de Espinho

Ao aplicar esta vacina temos de avaliar o número de anticorpos que ela produz para saber melhor a dosagem que é necessária para que a vacina seja eficaz. Penso que os médicos que se negam a tomar, não deveriam falar, porque só prejudicam.'

250 VACINAS AVANÇAM EM ESPINHO

A Norte o processo de vacinação começará nos hospitais centrais do Grande Porto, até meio da semana. A maior parte dos locais já recebeu as vacinas da gripe A, mas os doentes prioritários ainda estão a ser contactados. No Centro de Saúde de Espinho, a enfermeira Maria José Sá começa a vacinar os primeiros pacientes na manhã de hoje. A esta unidade de saúde chegaram ontem 250 doses de Pandemrix. O director executivo do agrupamento de centros de saúde de Espinho, José Leitão, estima que no final do processo vão ministrar 120 mil doses.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

O que tenho de fazer para ser vacinado?

Ligar para a Linha Saúde 24 (808 24 24 24) ou consultar o médico de família, para saber se faz parte do grupo prioritário.

Quanto custa a vacina?

A administração da Pandemrix é gratuita.

Em que parte do corpo é administrada?

Injectada num músculo, normalmente na parte superior do braço.

Posso recusar a vacina?

Sim, a vacina é voluntária.

Se me arrepender, posso voltar a fazer parte da lista?

Sim, desde que tenha uma declaração do médico.

Que contra-indicações existem ao tomar Pandemrix?

Não deve receber a vacina se for alérgico a ovos ou proteína de galinha, formaldeído sulfato de gentamicina ou a qualquer um dos componentes da vacina.

Quais os efeitos secundários?

Os mais frequentes são dores de cabeça, fadiga, dor, vermelhidão, inchaço ou nódulo duro no local de injecção, febre, músculos doridos e dor nas articulações.

Quando chega nova remessa?

A cada 15 dias chega um carregamento de Bruxelas.

GRIPE A VISTA À LUPA

GOVERNO AGUARDA

A Direcção-Geral da Saúde ainda não sabe quando é que os membros do Governo serão vacinados, pois é necessário conciliar as agendas de cada ministro.

50 milhões de doses de Pandemrix encomendadas pela Alemanha para vacinar a população. Naquele país já foram contagiados mais de 25 mil pessoas e a campanha de vacinação também se iniciou ontem.

1 caso mortal registado na Finlândia: uma mulher de 25 anos morreu sábado, oito dias após o diagnóstico do H1N1.

ESCLARECIMENTO

A Unidade Móvel de Saúde de Sátão está a percorrer todo o concelho para sessões de esclarecimento com vista à prevenção da gripe A.

3 dias são necessários para saber da adesão nacional dos portugueses à vacinação contra a gripe A.

COVÕES NORMAL

O Serviço de Cirurgia de Mulheres do Centro Hospitalar de Coimbra retoma hoje a actividade normal, depois da detecção de oito casos de gripe A.

50 Crianças e jovens até aos 19 anos contraíram o vírus da gripe A no universo escolar do concelho de Almada.

JERÓNIMO

O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, vai tomar a vacina , pois acompanha 'sempre as orientações' dos serviços de saúde.

'Toda a evidência científica que possuímos é que a vacina é útil, com o risco normal de qualquer vacina': Pedro Nunes Bastonário da Ordem dos Médicos

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)