Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

“Redução drástica”

Joaquim Piló, Presidente do Sindicato das Pescas de Lisboa sobre a captura e a qualidade da sardinha nesta altura.
27 de Maio de 2012 às 23:49
“Redução drástica”

Correio da Manhã – Está-se a capturar menos sardinha neste ano?

Joaquim Piló – Sim, há menos captura devido à redução das quotas de pesca atribuídas pelo Governo. A redução da pesca desta espécie foi drástica, no mínimo de 50 por cento, de um ano para outro. É um problema muito sério. O Governo baseou-se em dados científicos que nós não conhecemos. As associações de produtores estão ainda em negociações, mas querem pescar mais sardinha porque as capturas determinadas actualmente são irrisórias face ao número de embarcações.

Correio da Manhã – Como está a qualidade da sardinha nesta altura?

Joaquim Piló – A sardinha ainda está magra. Ainda não chegámos ao nível de gordura necessário. As sardinhas são gordas a partir de Julho e durante todo o Verão.

Correio da Manhã – Nos arraiais das festas de Lisboa vamos comer sardinha congelada?

Joaquim Piló – Eu penso que a maior parte da sardinha será congelada, porque a sardinha de agora é fraca em termos de qualidade. Para a restauração, é preferível.

Correio da Manhã – E quanto ao preço da sardinha, vai ser mais cara?

Joaquim Piló – Se estamos a falar de sardinha congelada, naturalmente que o preço deve aumentar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)