Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Remédios baixam hoje quatro euros

A partir de hoje cada doente poupa em média 4,41 euros na compra de um medicamento de marca.
1 de Abril de 2013 às 01:00
Doentes podem comprar medicamentos de marca mais baratos a partir de hoje
Doentes podem comprar medicamentos de marca mais baratos a partir de hoje FOTO: Tiago Sousa Dias

A redução do preço só se verifica para os remédios que estavam a ser vendidos mais caros do que nos países de referência: Espanha, França e Eslováquia. O preço dos genéricos mantém-se inalterável.

Segundo a Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), não são todos os medicamentos de marca que reduzem o preço. Os remédios que já estavam a ser vendidos abaixo do preço dos países de referência mantêm o mesmo custo para o cidadão.

A descida do preço dos medicamentos resulta numa poupança global de 74 milhões de euros, sobretudo para o Serviço Nacional de Saúde: 46,8 milhões de euros. Os doentes poupam 27,2 milhões de euros.

A redução é criticada pela Associação Portuguesa de Indústria Farmacêutica (Apifarma) que considera que os preços baixos conduzem a um aumento da exportação, o que pode agravar o problema da falta de medicamentos nas farmácias e prejudicar ainda mais a saúde financeira das empresas.

Satisfeito está Carlos Braga, porta-voz do Movimento dos Utentes dos Serviços Públicos (MUSP), segundo o qual qualquer medida que implica uma redução do custo para o cidadão é "positiva".

Porém, o responsável faz um reparo quanto à partilha dos benefícios. "Os doentes têm uma poupança mais pequena do que o Governo, mas qualquer redução efetiva de custos é sempre bem-vinda, porque os portugueses já estão a suportar demasiados encargos e a crise agrava as condições de vida", concluiu Carlos Braga.

Em 2012 venderam-se mais de 5,8 milhões de embalagens de medicamentos comparativamente a 2011.

medicamentos preço redução saúde farmácias genéricos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)