Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Reserva de Sócrates trava alunos

Os alunos de três turmas da Escola EB 2,3 de Ceira, em Coimbra, foram impedidos de visitar ontem a Casa do Futuro, em Lisboa, devido à requisição do espaço pelo primeiro-ministro.
8 de Janeiro de 2009 às 00:30
A Casa do Futuro, em Lisboa
A Casa do Futuro, em Lisboa FOTO: Duarte Roriz

Quando o grupo de 50 alunos dos 7º, 8º e 9º anos chegou à Casa do Futuro foi informado que "o espaço estava ocupado porque o senhor primeiro-ministro o tinha requisitado no dia anterior e, por isso, a visita não se podia realizar", explicou Fernanda Castro, uma das professoras. "Os alunos estão muito frustrados e revoltados", disse.

Cada aluno pagou 11 euros pela deslocação que incluía a visita a vários pontos de interesse. A Fundação das Comunicações, responsável pelo espaço, assumiu um lapso dos serviços – que aceitou as duas marcações – pelo que se disponibilizou para custear as despesas para nova visita.

Fonte do gabinete do primeiro-ministro garantiu desconhecer a sobreposição de marcações.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)