Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

"Rezem por mim, peço-vos"

O papa Francisco foi hoje recebido com uma ovação de dezenas de milhares de fiéis que acorreram à praça de São Pedro para assistir ao seu primeiro Angelus e a quem pediu que rezassem por ele.
17 de Março de 2013 às 13:05

"Obrigado pelas vossas boas-vindas, e pelas vossas orações", disse o primeiro papa da América Latina desde a janela do apartamento papal, na praça de São Pedro, após um longo aplauso da multidão.

"Rezem por mim, peço-vos", acrescentou, falando sempre em italiano.

No seu primeiro Angelus dominical, o papa disse que Deus "nunca se cansa" de perdoar os homens, embora estes às vezes se cansem de lhe pedir perdão.

Perante cerca de 150 mil pessoas, o papa Bergoglio sublinhou a misericórdia e a "paciência" de Deus para com os homens e afirmou que "um pouco de misericórdia muda o mundo, torna o mundo menos frio e mais justo".

Jorge Mario Bergoglio contou aos fiéis que escolheu o nome de Francisco em homenagem a Francisco de Assis, o patrono de Itália, o que reforça as suas relações com este país, já que a sua família é originária do norte italiano.

Fugindo à tradição de usar o Angelus para comentar assuntos internacionais, Francisco teve ainda tempo para pôr os fiéis a rir, quando disse, após fazer referência a um livro escrito por um cardeal: "Não pensem que estou a fazer publicidade aos meus cardeais".

Por debaixo da janela do apartamento papal estava um dossel em branco, já que o papa ainda não escolheu o escudo do seu pontificado.

Os presentes, entre os quais milhares de crianças, empunhavam bandeiras de muitos países, algumas das quais argentinas, o país de origem do papa, e do Vaticano.

Papa Francisco orações Angelus fiéis
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)