Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

34 casos suspeitos de sarampo em hospital do Porto

Homem que terá contraído a doença em França pode ser o responsável pelo contágio em Portugal.
Manuel Jorge Bento 15 de Março de 2018 às 01:30
Hospital de Santo António
Doente com sarampo
Vacinação
Vacinação
Hospital de Santo António
Doente com sarampo
Vacinação
Vacinação
Hospital de Santo António
Doente com sarampo
Vacinação
Vacinação
Subiu esta quarta-feira para 34 o número de casos suspeitos de sarampo no Hospital de Santo António, Porto. Além dos dois primeiros casos já confirmados - dois homens de 27 e 43 anos - os resultados das análises laboratoriais confirmaram mais cinco casos efetivos de infeção, todos profissionais com vínculo à unidade hospitalar.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, indicou que dos sete casos positivos três estão internados "um em situação instável".

As autoridades de saúde admitem a hipótese de ter sido o primeiro caso verificado - homem de 27 anos, que não estava vacinado e terá contraído a doença em França - o responsável pelo contágio em Portugal. Graça Freitas diz que, para já, não há registo de utentes do Hospital de Santo António com sintomas de sarampo, mas poderá acontecer nos próximos dias, já que o período de incubação é de quatro dias.

"Caso tenha sintomas ou suspeitas de sarampo, não deverá dirigir-se às Urgências, porque pode provocar o contágio no hospital. Deverá contactar a Linha Saúde 24 (808 24 24 24) ou o médico de família, e verificar se está vacinado", indica a diretora-geral da Saúde, que garante que "o dispositivo de saúde pública está alerta", face à doença altamente contagiosa. "O Serviço Nacional de Saúde está atento para vacinar ou isolar os casos que disso necessitem", adianta.

Quanto à possibilidade de o serviço no Santo António poder ser reduzido devido ao contágio entre os profissionais, garante que a situação está "perfeitamente estabilizada".
sarampo Porto hospital santo antónio vacina França Portugal contágio
Ver comentários