Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Sardinha é rainha em Portimão

Uma dezena de restaurantes participa no certame. Todas as noites haverá animação
2 de Agosto de 2013 às 01:00

A Festa da Sardinha começou ontem e prolonga-se até ao próximo dia 11, em Portimão. Uma dezena de restaurantes da cidade aderiu à iniciativa, servindo as afamadas sardinhas assadas na brasa, acompanhadas de batatas cozidas com pele e salada à algarvia, por um preço entre os 6,50 e os 7 euros por pessoa.

O formato escolhido para esta edição é diferente do adotado em anos anteriores. Em vez de haver um espaço fechado com tasquinhas, em que os visitantes tinham de pagar entrada, a autarquia optou por fazer uma parceria com os restaurantes da cidade que servem habitualmente sardinha assada. "O objetivo é reduzir custos e, ao mesmo tempo estimular o setor da restauração", explica fonte da câmara.

Depois de degustarem as sardinhas assadas, os visitantes podem divertir-se num arraial popular, que se encontra instalado junto à antiga lota. Haverá bailes ao som de acordeonistas, folclore e música popular.

Na antiga lota, um dos locais emblemáticos da cidade, está ainda patente uma mostra de artes e sabores regionais com entrada gratuita, onde se encontra à venda artesanato, aguardente de medronho, doces e outros produtos tradicionais. Na mesma zona, numa tenda montada para o efeito, decorre ainda a Feira do Livro.

A somar a isto, ao longo de toda a zona ribeirinha, existem divertimentos para as crianças, enquanto os graúdos podem usufruir de propostas culturais na Casa Manuel Teixeira Gomes, no Teatro Municipal e no Museu de Portimão.

Portimão é um dos principais portos do País em termos de captura de sardinha. Só no ano passado, as traineiras que operaram a partir deste porto pescaram mais 1,2 mil toneladas de sardinha, no valor de 3,1 milhões de euros. 

sardinha festa gastronomia portimão peixe
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)