Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Sardinha fica mais barata sem festas dos Santos Populares

Preço baixou aos 26 cêntimos por quilo em Quarteira e rondou os 0,80 em Leixões. Consumidor final compra entre 5 e 6 euros.
Aureliana Gomes e Rafael Domingues 10 de Junho de 2021 às 09:28
A carregar o vídeo ...
Sardinha fica mais barata sem festas dos Santos Populares
A sardinha foi vendida esta quarta-feira a menos de um euro por quilo na maioria das lotas do Pais. Nos mercados, foi comercializada entre 5 e 6 euros. As restrições impostas pela pandemia nos festejos dos Santos Populares fizeram reduzir o preço, apesar de existir procura.

Na lota de Leixões, a sardinha foi vendida a cerca de 80 cêntimos o quilo. Já na lota de Quarteira, no Algarve, o preço baixou até aos 26 cêntimos. Peniche fugiu à regra, com a sardinha comercializada entre 1,20 e 2,20 euros o quilo.

“Este ano, a sardinha é muito gostosa e em abundância, o preço é que não é justo. Estamos meses sem ir ao mar e depois pagam-nos 80 cêntimos por quilo”, desabafou ao CM António Braga, pescador há 44 anos. Se na lota o preço da sardinha não chegou a um euro o quilo, no mercado de Matosinhos o preço rondou os seis euros para o consumidor final.

“Em média, no Algarve, está a ser vendida nas lotas entre 70 e 80 cêntimos por quilo. Nos últimos dias, em Quarteira, rondou os 30 cêntimos”, referiu ao CM Miguel Cardoso, da associação de armadores Olhãopesca. No mercado de Olhão, o preço rondou os 5 euros. No restaurante Horta, em Olhão, uma dose de 12 sardinhas, com batatas e salada, é vendida a 12,5 euros.

Os pescadores podem pescar 10 mil toneladas até ao final de julho. A quota deverá ser revista ainda este mês.
Ver comentários