Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Sarna atinge 7 alunos e gera alarme em escola

Estudantes falam num número de casos superior e na tentativa de abafar o problema.
Bernardo Esteves e Cláudia Machado 18 de Novembro de 2016 às 01:45
Situação está a preocupar estudantes e pais da Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira, na Torre da Marinha, concelho do Seixal
Situação está a preocupar estudantes e pais da Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira, na Torre da Marinha, concelho do Seixal FOTO: Duarte Roriz
Sete alunos da Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira, na Torre da Marinha (Seixal), estão infetados com escabiose – sarna –, uma doença de pele contagiosa que provoca comichão intensa.

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) revelou ao CM que "até à presente data foram identificados 5 casos de escabiose numa turma e outros 2 noutra turma, num total de 7 casos". Segundo a tutela, "todos os casos foram encaminhados para médico de família para confirmação de diagnóstico e iniciar terapêutica".

A ARSLVT assegura que "todos os alunos recorreram ao médico assistente, foram medicados e estão em casa por indicação dos médicos assistentes".

O CM falou com alunos e encarregados de educação, que garantem haver um maior número de casos. "Pelo menos 15 alunos tiveram sarna aqui na escola. Tinham borbulhas e manchas e muita comichão", contou ao CM um estudante. Já um trabalhador na escola disse ao CM que existem 24 casos de sarna.

A tutela garantiu que "foram transmitidas medidas preventivas em termos de materiais e equipamentos escolares, bem como informação relativa à prevenção da escabiose por contacto com pessoa afetada". Já os alunos negam a prevenção e garantem que "a direção tenta abafar tudo e diz aos pais que não se passa nada". A direção recusou falar com o CM.

A ARSLVT diz que "todas as recomendações dos serviços de saúde foram cumpridas" e que "os Serviços de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde Almada Seixal estão a acompanhar e monitorizar a situação". Este ano tem sido recorrente a sarna nas escolas.

A Direção-Geral da Saúde tem desvalorizado, considerando que a sarna não justifica o fecho de escolas, porque não configura risco de saúde pública nacional e é facilmente tratável.
Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira Torre da Marinha Seixal Vale do Tejo Almada Saúde sarna
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)