Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Saúde deve 778 milhões a empresas

A Associação Portuguesa das Empresas de Dispositivos Médicos (APORMED) revelou ontem que as unidades do Serviço Nacional de Saúde em Portugal continental devem 778 milhões de euros às empresas. As unidades locais de saúde da Guarda e Baixo Alentejo, entre outras, estão a pedir descontos sobre as dívidas como contrapartida para a sua liquidação.
28 de Janeiro de 2012 às 01:00
Hospitais estão em dívida
Hospitais estão em dívida FOTO: Getty Images

Segundo Humberto Costa, secretário-geral da APORMED, "os Centros Hospitalares de Lisboa são os que devem mais". Em termos de atrasos de pagamento estão no topo da lista "os Centros Hospitalares de Setúbal, do Médio Tejo, Nordeste, do Oeste Norte, do Litoral Alentejano e Torres Vedras", cujos prazos médios ultrapassam os 900 dias". Nas regiões autónomas, a dívida é de 37 milhões, sendo de 30 milhões a da Madeira. O CM contactou o Ministério da Saúde, mas não obteve resposta.

SAÚDE MÉDICOS DÍVIDA PAGAMENTO
Ver comentários