Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Segurança Social 'mata' reformado e tira-lhe 1071 euros da conta bancária

Erro foi denunciado em setembro mas dinheiro ainda não foi devolvido a Joaquim Anunciação.
Liliana Rodrigues 27 de Outubro de 2019 às 01:30
Joaquim Anunciação viu a Segurança Social retirar-lhe da conta mais de mil euros por engano do sistema
Instituto da Segurança Social
Segurança Social
Joaquim Anunciação viu a Segurança Social retirar-lhe da conta mais de mil euros por engano do sistema
Instituto da Segurança Social
Segurança Social
Joaquim Anunciação viu a Segurança Social retirar-lhe da conta mais de mil euros por engano do sistema
Instituto da Segurança Social
Segurança Social
Joaquim Anunciação, de 74 anos, é mais um português dado como morto pela Segurança Social devido a uma falha do sistema informático. Joaquim está vivo e bem de saúde. Em setembro, percebeu que a Segurança Social tinha retirado da sua conta bancária, sem qualquer pré-aviso a nenhum dos familiares diretos, 1071 euros relativas a várias prestações de reforma.

"Quando percebi na caderneta da Caixa de Crédito Agrícola que a Segurança Social tinha feito o levantamento diretamente na minha conta, sem qualquer pedido, fiquei espantado. Nem sabia que era possível", começa por explicar o reformado, que reside na freguesia de Pedralva, em Braga. "Fui logo à Segurança Social e a senhora que me atendeu disse-me: ‘O senhor está aqui como morto’, recorda agora, rindo-se, Joaquim Anunciação.

"A senhora tratou logo de fazer uns telefonemas e disse que me iriam devolver o dinheiro ainda em outubro. Mas começou o mês, e ainda nada. Voltei lá e disseram que não estava ainda em pagamentos", lamenta. "O dinheiro faz-me falta. Recebo 217 euros por mês e tiraram-me o que já tinham depositado. O que me vale é o meu filho, que me empresta dinheiro, senão não tinha como comer", diz.

Segurança Social admite "lapso" e "lamenta" caso
Ao CM, a Segurança Social confirma o "lapso dos serviços" e diz ter sido "suspenso o pagamento da pensão de velhice", situação que a Segurança Social lamenta, prevendo-se que durante o mês de novembro "seja paga a pensão dos meses de junho a novembro".

Incapacitada perde transporte gratuito
Vítima de uma rotura de um aneurisma cerebral, Ofélia, com 41 anos, tem uma incapacidade de 99%, pelo que está internada numa unidade de cuidados permanentes em Vizela. O pai, Horácio Cunha, contesta que a Segurança Social o obrigue a pagar a ambulância para consultas.

PORMENORES
Lei permite retirar dinheiro
A Segurança Social pode, por lei, solicitar ao banco o estorno de pagamentos efetuados por alegado engano e a instituição bancária é obrigada a cumprir.

Erro torna jovem em pai
Um erro com o nome, na Segurança Social, transformou um jovem de 21 anos no pai de uma rapariga de 16. Foi intimado a pagar a pensão de alimentos.
Ver comentários