Barra Medialivre

Correio da Manhã

Sociedade
3
Siga o CM no WhatsApp e acompanhe as principais notícias da atualidade Seguir

Serviço de urgência de pediatria do Hospital de Santa Luzia em Viana do Castelo fechado no fim de semana

Em causa está a dificuldade em completar as escalas.
Lusa 30 de Novembro de 2023 às 17:22
Médicos
Médicos FOTO: Tiago Sousa Dias

O serviço de urgência de pediatria do Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, vai estar fechado no sábado e no domingo, foi esta quinta-feira anunciado.

"A Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE informa que, apesar do esforço de todas as entidades envolvidas, pela dificuldade em completar as escalas de trabalho necessárias, o serviço de urgência de pediatria estará condicionado, no sábado e no domingo, das 8h00 às 8h00 (24 horas)", refere uma nota esta quinta-feira enviada às redações.

O conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) avisa que, em casos de urgência, os pais/cuidadores da região devem optar por deslocar-se aos hospitais de Braga, da Senhora da Oliveira, em Guimarães, ao Centro Hospitalar do Médio Aves (CHMA), em Vila Nova de Famalicão, ao Centro Hospitalar Póvoa de Varzim, em Vila do Conde, ao hospital de Barcelos, ou contactar a Linha SNS24.

A ULSAM refere ainda que o Serviço de Urgência Básico (SUB) do centro de saúde de Monção estará encerrado entre sexta-feira e domingo.

A ULSAM integra dois SUB, em Monção e em Ponte de Lima.

"É com muita preocupação que o conselho de administração tem acompanhado a recusa dos médicos em fazer mais do que as 150 horas [extraordinárias anuais a que estão obrigados], colocando muitas dificuldades ao funcionamento dos serviços de urgência e ao atendimento dos nossos doentes, obrigando-os a deslocações e complicando o atendimento", salienta a ULSAM.

Segundo a administração da ULSAM, "mesmo assim há médicos que tem tido um comportamento exemplar com sentido de humanidade, trabalhando imenso e permitindo manter o serviço de urgência aberto".

Face à aproximação do "período natalício", o conselho de administração da ULSAM espera "bom senso e compreensão para com os doentes, independentemente dos direitos que se possam invocar".

"Ao conselho de administração não resta outra alternativa se não gerir as dificuldades e fazer os ajustes necessários de acordo com o possível", sustenta a ULSAM.

O conselho de administração da ULSAM, cujo mandato terminou em 2019, ficou reduzido a dois elementos, após a renúncia, com efeito a 1 de outubro, da diretora clínica e no final do mesmo mês da enfermeira diretora.

Com aquelas saídas, o conselho de administração da ULSAM ficou reduzido ao presidente, Franklim Ramos, e a uma vogal.

O conselho de administração da ULSAM é composto por cinco elementos, sendo que o lugar ocupado pelo representante dos 10 concelhos do distrito está por preencher desde as últimas eleições autárquicas de 2021.

Até então, o cargo era desempenhado por Rui Teixeira, eleito naquelas eleições presidente da Câmara de Vila Nova de Cerveira.

A ULSAM gere o hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, e o hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima. Integra ainda 12 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, servindo uma população residente de 231.488 habitantes nos 10 concelhos do distrito e algumas populações vizinhas do distrito de Braga.

 

 

 

Ver comentários
C-Studio