Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

SIDA: Tratamento deve começar mais cedo

O tratamento com medicamentos anti-retrovirais das pessoas infectadas com o vírus da imunodeficiência humana (VIH) deve ser iniciado mais cedo do que o recomendado pelas normas actuais, de acordo com um estudo apresentado em Washington.

27 de Outubro de 2008 às 11:49
SIDA: Tratamento deve começar mais cedo
SIDA: Tratamento deve começar mais cedo FOTO: d.r.

Segundo esta investigação, adiar o tratamento até que o sistema imunitário dos pacientes se debilite quase duplica o risco de morte a curto prazo, comparativamente à administração dos medicamentos mais cedo.

Actualmente, os profissionais de saúde tendem a preferir evitar que os pacientes sofram dos efeitos secundários dos medicamentos.

Apesar das novas combinações de medicamentos, desenvolvidas na última década, que transformaram a infecção com VIH numa doença crónica e controlada, que enm sempre tem um desfecho fatal, os efeitos secundários contemplam diarreias, náuseas, problemas cardíacos e alterações no colesterol. Por este motivo, a Internacional Aids Society (Sociedade internacional da Sida) aconselha que todos os pacientes infectados apenas comecem os seus tratamentos quando a contagem de células estiver abaixo dos 350 milímetros cúbicos de sangue quando o normal seria 500.

Este estudo, apresentado no domingo, em Washington, no âmbito de um congresso sobre doenças infecciosas, foi dirigido por um grupo de investigadores da Universidade daquela cidade, que recolheu informações sobre 8.374 pessoas nos EUA e no Canadá.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)